Conversa Online

Rampa, em co-produção com o SIRIUS, apresenta Cidadãos do Cosmos, uma exposição de Anton Vidokle. A exposição reúne quatro filmes que abordam o Cosmismo Russo através de dispositivos cinematográficos e da análise de temas relacionados com a biopolítica, o universalismo, a utopia, a revolução e a museologia.

Online

|

16 de Setembro de 2021

19:00

|

Image
Anton Vidokle: Cidadãos do Cosmos, vista da exposição, Rampa, Setembro de 2021
Image
Anton Vidokle: Cidadãos do Cosmos, vista da exposição, Rampa, Setembro de 2021

Elaborada pelo diretor do SIRIUS, Miguel Amado, e pela curadora sediada no Porto, Alexandra Balona, em colaboração com Anton Vidokle, uma série de eventos online analisa o potencial do cosmismo russo para o discurso político e artístico, bem como avanços e desafios científicos. Inclui conversas e discussões Zoom com os pensadores e artistas Marina Simakova, Raqs Media Collective, Boris Groys e Michael Marder.

Esta série explora tópicos como o apelo do cosmismo russo à imortalidade e o museu como um lugar de reunificação trans-histórica além da morte, bem como a relevância desse movimento hoje, quando a especulação filosófica se entretece novamente com a imaginação científica e tecnológica.


Todos os eventos são de acesso livre, mediante inscrição prévia através da página do Eventbrite da Rampa.



Marina Simakova

Uma correspondência moderna entre ciência e religião? Algumas notas sobre a imortalidade no cosmismo russo

Quinta-feira, 16 de Setembro, 19h – 20h


Explorando o "materialismo otimista" do cosmismo russo, Marina Simakova reflete como tecnologia e tradição, razão e fé, se fundiram outrora num projeto ousado de modernismo e esperança.

Marina Simakova é doutoranda no European University Institute, Florença.



Raqs Media Collective

Sobre porque é que a finitude não nos esgota com ansiedade: uma apreciação, bem

como uma disputa amigável, com a esperança de imortalidade nas obras de Anton

Vidokle

Quinta-feira, 23 de Setembro, 19h – 20h


Raqs Media Collective explora os protocolos para se tornar imortal, de acordo com reconfigurações espaciais e temporais da experiência vivida e dos desejos de vida eterna no cosmos. Refletindo sobre a história intelectual do século XX, especulam como essas narrativas podem influenciar futuros coletivos imaginários.

Raqs Media Collective, sediado em Nova Deli, Índia, é um coletivo formado por Jeebesh Bagchi, Monica Narula e Shuddhabrata Sengupta, que trabalha na interseção entre arte, especulação filosófica e investigação histórica.



Boris Groys

Os diretos humanos cósmicos

Quinta-feira, 30 de Setembro, 19h – 20h


Boris Groys aborda as forças gravitacionais entre o cosmismo russo e o comunismo de acordo com as ordens cósmicas e sociais que se baseiam nas leis da física e na política socialista. Orbitando as condições presentes e futuras da existência humana através de questões de justiça e exploração social, Groys questiona como o cosmismo russo poderá dar respostas sobre o modo como a sociedade é estruturada.

Boris Groys é Professor de Estudos Russos e Eslavos na New York University, investigador sénior na Academia de Design de Karlsruhe e Professor na European Graduate School.



Michael Marder

Ancestralidade universal como fundamento do Cosmismo Russo: o caso de Nikolai

Fedorov

Quinta-feira, 7 de Outubro, 19h – 20h


Através da perspetiva do pensamento ecológico contemporâneo e da teoria política, Michael Marder reflete sobre o papel da natureza não humana e das relações de parentesco universal no cosmismo russo.

Michael Marder é Ikerbasque Research Professor of Philosophy na Universidade do País Basco.

Image
Image
Image

Pátio do Bolhão 125

4000-110 Porto, Portugal


rampacultura@gmail.com